Sintra, um verdadeiro conto de fadas

O tempo tem passado a mil e entre milhentas coisas para fazer esta semana tirei uns dias para conhecer mais um cantinho português. Sintra, conhecida de outras passagens fugazes foi a cidade escolhida.

A cidade perto de Lisboa é incrivelmente apaixonante e faz-nos querer voltar lá muitas vezes. Os seus palácios de arquitectura extravagante, as suas  florestas e jardins mágicos fazem-nos viajar na fantasia e sonhar com verdadeiros contos de fadas.

Palácio da PenaSintra, um verdadeiro conto de fadas

No alto da colina encontramos o expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal. É considerado um dos 10 palácios mais bonitos da Europa e as suas imensas cores  atraem todos, o que chega a ser caótico nas instalações. O melhor é ir na parte da manhã e bem cedo. Além de menos calor encontramos também filas aceitáveis.

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

O bilhete tem um custo de 7 euros para ver apenas o parque ou então 13 euros para ter acesso ao parque e interior do palácio. No seu interior são proibidas fotografias.

Nas imediações do Castelo encontramos também o Castelo dos Mouros e o Chalet e Jardim da Condessa D’Edla.

 

Quinta da Regaleira
Sintra, um verdadeiro conto de fadas
Poço Iniciático – Torre invertida com 27 metros. Acredita-se na relação da Terra com o Céu

Na minha opinião o local mais bonito da cidade. O local privado é considerado pela UNESCO Património da Humanidade e é um verdadeiro oásis em plena cidade de Sintra. O fantástico Palácio encontra se no meio da floresta e em redor do mesmo encontramos túneis, poços, fontes e lindíssimos jardins. Fala-se em várias relações com a maçonaria e alquimia.

A entrada tem um custo de 6 euros.

Sintra, um verdadeiro conto de fadas
Foi construído por Luigi Manini – arquiteto, pintor e cenógrafo italiano. A Quinta da Regaleira foi a sua última grande obra em Portugal.

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Palácio de MonserrateSintra, um verdadeiro conto de fadas

Um fantástico palácio e digno de princesas. Foi construído por Francis Cook e em seu redor encontramos gigantescos jardins com muita sombra e ótimos para descansar.

A entrada tem um custo de 7 euros.

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Um dos milhentos azulejos que se replicam pela cidade
Um dos milhentos azulejos que se replicam pela cidade

Sintra, um verdadeiro conto de fadas

Palácio Nacional de SintraSintra, um verdadeiro conto de fadas

Bem no centro histórico de Sintra, de onde todos os turistas partem, encontramos este simples Palácio. É possível visitar o seu espaço exterior gratuitamente mas para conhecer o interior do mesmo paga -se 10 euros.

Praia da UrsaSintra, um verdadeiro conto de fadas

Uma praia pouco conhecida entre turistas mas muito falada entre os locais. Situa-se mesmo ao lado do Cabo da Roca mas não está sinalizada. Na estrada encontramos apenas uma pequena placa a dizer Ursa. Aí deixamos os carros e temos pela frente uma bela e longa caminhada. Para descer até à praia é um pouco complicado.

Além do rochedo ter a forma de um urso, fala-se que o pôr-do-sol nesta praia é lindíssimo. Infelizmente tive azar e quando cheguei à praia o sol decidiu esconder-se.

Cabo da Roca

A ponta mais ocidental da Europa encontra-se a poucos quilómetros da cidade de Sintra. O acesso é fácil e convida todos a visita. O local tem sempre imensa gente, muitos deles até demasiadamente corajosos.

 

Restaurantes

Os seus restaurantes capricham na comida portuguesa e todos eles se enchem de turistas. Mas o Restaurante Tulhas é bastante conhecido na zona e além disso é mesmo na zona histórica. Comi um belo bacalhau com natas e foi de chorar por mais.

Alojamento – Casa Pendoa

Fiquei alojada numa casa da zona e foi uma agradável surpresa. Além da ótima localização e a relação preço-qualidade é ótima.

Transportes

A nível de transportes a cidade está extremamente bem organizada. Existem bastantes autocarros para os pontos chaves da cidade e a preço bastante simbólico. Dizem que é de 15 em 15 minutos mas comprovámos que são bem mais rápidos que isso. Existem também pacotes com vários percursos diários.

Artigos relacionados

Skog, os teus óculos de sol Quem adora óculos-de-sol põe a mão no ar (aposto que somos muitos). Todos adoramos óculos de sol e a verdade é que já ninguém vive sem eles nos dias...
Adeus Açores Este paraíso português que estava a comportar-se tão bem decidiu tramar nos ao terceiro e quarto dia e mostrar-nos o que é um dia feio feio para passe...
Colorful city As semanas tem passado a mil e pela primeira vez na vida gostava que os dias tivessem mais horas nesta atura do ano. Tenho andado de lado para lado se...
Palma – 7 atrações turísticas a não perder... E de repente foram-se. Sim, de repente acabaram as férias e é hora de voltar à rotina do dia-a-dia. Mas enquanto a coisa não acontece partilho convosc...

Deixe uma resposta