Vou ter um cão! Que compro?

Confesso que a chegada da Maggie foi um dos melhores momentos vividos, até então, aqui na Grécia! Esperava por isto desde sempre e a felicidade na altura era tamanha que dei mortais, cambalhotas, flik-flak’s, etc, etc! Vá, não dei mas a vontade era enorme! Nunca tivera um cão e queria sair na rua e comprar lhe tudo o que visse e gostasse antes que ela chegasse a casa! Não foi o que aconteceu, mas quase!
Precavi-me e antes fiz umas quantas, centenas, milhares de pesquisas para saber o que era mais importante e qual o/a melhor, que tamanho comprar, que cor, que quantidade comprar, e outros afins!

Hoje deixo convosco alguns dos bens-essenciais para quem vai receber um cão em casa:

  • Cama

Vou ter um cão! Que compro?O lugar onde a nossa nova amiga vai descansar muito, essencialmente nos primeiros dias. Necessita ser algo limpo, quente e carregado de conforto. Deve ter as dimensões adequadas para cada cão, de forma a que ele se consiga deitar, mexer e rodar. Se possível, em tecidos que sejam de lavagem fácil. A que comprei consigo meter na máquina e tudo.

  • Coleira e trela

Vou ter um cão! Que compro?Os primeiros meses ela não pode sair de casa porque ainda não tinha a sua vacinação completa e a sua imunidade construída. No entanto, compramos-lhe a coleira para que se habituasse a usar e também a trela (que só usamos muito mais tarde).

  • Brinquedos

É a maior distração dos cães, que gostam de brincar com qualquer coisa que lhes aparece à frente. Existem dos mais variados tipos e feitios e isso dificultou-nos a escolher os primeiros mas lá conseguimos (eu e o Luís).

Sem dúvida que os preferidos de hoje em dia são as bolas, mas a principio foi complicado porque ela tinha pavor às mesmas. Por isso, os que nos aconselharam inicialmente foram os peluches e as cordas que são de fácil transporte para eles.

  • Ossos

 

Os brancos, mais simples, que eles adoram e ajuda a entreter e no combate contra o tártaro.

  • Pote para a comida e para água

Entre muitas opiniões, optámos por comprar em aço inoxidável para a comida e em cerâmica para a água porque são pesadas e difíceis de derrubar, para não falar na facilidade de limpar. Os fabricados de plástico não são de todo a melhor opção porque eles mastigam.

  • Ração

Usamos uma das rações premium e recomendadas pelo veterinário – Hills. Existem dos mais variados tipos e marcas mas tem de ser sempre de acordo com a raça e tamanho.

  • Tapete higiénico

É tipo uma fralda (de várias dimensões) descartável que se cola no chão e onde os nossos cães fazem as suas necessidades. Tem um cheiro  atrativo que os ensina qual o local certo, evitando que faça asneiras nos nossos tapetes e afins (mas não estamos livres que faça na mesma). Normalmente dura cerca de dois dias e é colocado num lugar longe da comida, da água e da sua cama, visto que não gostam de fazer as suas necessidades perto desses locais.

  • Escova 

Como é característico da raça da Maggie, o seu pelo é comprido, o que necessita de uma escovagem diária para deixar o seu pelo bonito e sem embaraços.

Além da escova comprámos também algo que se chama de rasqueadeira e que não é nada mais, nada menos que uma escova mas com os dentes em ferro que tiram o excesso de pelo e também o pelo embaraçado à superfície.

  • Bolsa de transporte

Nos primeiros meses de existência a Maggie tal como todos outros cães, que saíram de perto da mãe e não tem uma imunidade completa não devem sair à rua nem ter contacto com outros cães até que as vacinas estejam completas. Para nos facilitar o transporte para o veterinário, e até para outras viagens, compramos uma bolsa cómoda para ela poder ficar e até descansar.

Não é um das coisas mais importantes e que todos têm de comprar, mas que nos dá imenso jeito dá. Além de a usarmos em passeios mais curtos, é extremamente obrigatório para viagens de avião (existem regulamentos com as características que devem ter).

Além de todos estes essenciais, compramos mais tarde outros, tais como:

  • Shampoo 

Os cães de pelo branco requerem um cuidado redobrado para manter a cor, então o shampoo não pode ser qualquer um. O dela é tal e qual o dos cabelos pintados e com madeixas, aqueles roxos que toda a gente conhece.

  • Roupas para o frio

Tal como nós, os nossos cães também têm frio e a sensibilidade deles é maior visto que a temperatura corporal deles ronda os 38ºC. Com a altura de Inverno e o frio que veio compramos umas quantas roupas para passear com ela nos dias mais frescos.

Ela no inicio não achou graça nenhuma. Ficava de tal forma triste que assim que lhe vestimos algo ela paralisava e cabisbaixa, ficava o tempo todo na cama.

Hoje em dia fica toda contente, já sabe que vai ao passeio.

Artigos relacionados

Special arrival Quem me conhece sabe que nunca fui apaixonada por animais de estimação! Sabe também que na minha infância, os fins de semana na casa da avó nunca eram...
E chegou o momento Agora é oficial! Depois de tanta mudança, do vai e não vai, de comprar passagens e depois mudar tudo de novo, o importante é que agora é de vez! É es...
Um aniversário especial O primeiro aniversário marca-nos sempre de uma forma especial e hoje é dia de celebrar o primeiro ano da minha Maggie. Foi sem dúvida um ano maravilho...
Tsikonopempti É oficial! A época de Carnaval grego está oficialmente aberta! A prova disso foi a comemoração da Tsiknopempti esta quinta-feira 16 de Fevereiro....

Deixe uma resposta